Dia Nacional de Lutas: trabalhadores de todo o país fortalecem greve e cobram proposta do governo

0
0
0
s2sdefault

Categoria reforçará mobilização com o adiamento da apresentação da proposta do governo, que aconteceria nessa terça-feira, 31


O Dia Nacional de Lutas dos servidores federais em greve aconteceu nessa terça-feira, 31 de julho. Essa data foi escolhida pelas entidades representativas dos trabalhadores, já que dia 31 foi o prazo dado pelo Ministério do Planejamento para apresentar uma proposta às categorias em greve.


Entretanto, o governo preferiu adiar a apresentação de proposta aos trabalhadores para a semana dos dias 13 a 17 de agosto. Para mostrar a indignação dos trabalhadores – há mais de 40 dias em greve – e cobrar o atendimento das reivindicações, servidores de vários estados realizaram atividades.

Confira mais informações abaixo:


 

MINAS GERAIS


Em Belo Horizonte, o ato de 31 de julho aconteceu, conforme deliberado na Plenária Nacional da Fenasps, e aconteceu com outras categorias dos servidores públicos federais, como os professores e trabalhadores da base do Sinasefe.

 

MG

 

Servidores realizaram passeata na Avenida Afonso Pena, em Belo Horizonte (Foto: Sintsprev/MG)

 

*Fonte: Sintsprev/MG.



CEARÁ


Cerca de 2,5 mil manifestantes lotaram as ruas do centro de Fortaleza e a Praça do Ferreira na manhã da terça-feira, dia 31. Professores, servidores técnico-administrativos e estudantes da UFC e IFCE, após concentração na Reitoria, encontraram-se com os demais servidores federais, e caminharam nas ruas do centro de Fortaleza.


CE

Sinprece esteve presente no ato unificado do Dia Nacional de Lutas (Foto: Sinprece)


Ao chegarem à Praça do Ferreira, realizaram ato público, com falas das entidades que apoiam as lutas em defesa das reivindicações dos servidores e pela melhoria do serviço público.

Veja aqui mais fotos do ato

*Fonte: site do Sinprece.



ESPÍRITO SANTO


Os trabalhadores da Seguridade Social no estado paralisaram as atividades no prédio do Ministério da Saúde (MS)/Funasa, na capital, em Vitória, que amanheceu com os portões acorrentados e os trabalhadores do lado de fora. O ato contou com o apoio de trabalhadores que vieram do interior.

ES

Sede do MS/Funasa em Vitória durante paralisação dos servidores (Foto: Sindprev/ES)


Diante da “enrolação” do governo, os trabalhadores, em assembleia, fizeram novas propostas para fortalecer a luta, como realizar uma manifestação por semana, passeatas nas ruas da capital e buscar mais espaço na mídia para a luta da categoria. Por enquanto, ficou definido que será realizada uma nova paralisação na próxima terça-feira, 07 de agosto.

Confira mais fotos aqui.

*Fonte: site do Sindprev/ES.



PARÁ


No ato unificado dos federais no estado do Pará o Sintprevs/PA teve participação determinante, tudo para forçar o Governo Federal a negociar.

PA

Trabalhadores fecharam a BR-316 por trinta minutos (Foto: Sintprevs/PA)


Mesmo fechando as estradas federais em várias partes do Brasil, a exemplo daqui, que fechamos a BR-316 por trinta minutos, “DILMÁ” – e sua corriola – não abre negociação.

*Fonte: Sintprevs/PA



PIAUÍ
Acompanhando o movimento nacional, os servidores públicos federais no Piauí se reuniram no dia 31 na Praça Rio Branco, em Teresina, a partir das 8h em protesto contra a política de congelamento salarial do governo e outras questões.


PI

Servidores reunidos na Praça Rio Branco, em Teresina (Foto: Sintrajufe/PI)


A atividade reforça a insatisfação dos servidores com a falta de propostas do governo federal à pauta de reivindicação das categorias do setor público federal, bem como a indignação com a determinação do corte de ponto dos grevistas. Segundo entidades dos servidores públicos federais, 29 setores do funcionalismo estão parados.

*Fonte: Sintsprevs/PI, com informações do Sintrajufe/PI

 


RIO DE JANEIRO


Servidores federais do Rio de Janeiro ocuparam a Avenida Rio Branco numa grande passeata que denunciou a truculência com que o governo Dilma Roussef (PT) tem tratado o funcionalismo durante a campanha salarial unificada.

RJ

Servidores agitam Av. Rio Branco e denunciam truculência do governo Dilma (Foto: Sindsprev/RJ)


Além dos servidores, estiveram presentes à passeata estudantes das instituições federais e da Uerj, parlamentares, candidatos do PSOL e do PSTU à Prefeitura do Rio de Janeiro, além de representantes de categorias cujas campanhas salariais estão se iniciando, como bancários, petroleiros e correios.

*Fonte: site do Sindsprev/RJ

RIO GRANDE DO NORTE
O Sindprevs/RN participou de atividade conjunta com o setor da educação (servidores em greve da Universidade Federal e do Instituto Federal de Tecnologia do RN - UFRN e IFRN, respectivamente).

rn
Sindprevs/RN participou de assembleia dos servidores da educação em Natal (Foto: Sindprevs/RN)


Após assembleia-relâmpago em que a entidade teve oportunidade de dar informes nacionais da categoria (greve na saúde e na Anvisa), todos seguiram para ato de rua em um dos cruzamentos mais movimentados da cidade do Natal. A atividade durou cerca de 20 minutos parando o trânsito e depois continuou em frente ao portão de entrada do campus central do IFRN no estado.

*Fonte: Sindprevs/RN

 


RIO GRANDE DO SUL


Os trabalhadores federais – entre eles servidores do Saúde, FUNASA, Professores e IBGE – ocuparam a BR-290, a Ponte do Guaíba, em Porto Alegre, no início desta manhã de terça-feira (31).


rs
Mais de 500 trabalhadores federais ocupam BR-290, em Porto Alegre (Foto: Sindisprev/RS)


A mobilização reuniu mais de 500 trabalhadores em greve e apoiadores, como Cpers-Sindicato e outras entidades de classe. Depois da manifestação na Ponte do Guaíba, a marcha seguiu pela Avenida Castelo Branco até o Largo Glênio Peres, no centro da capital gaúcha.

Veja aqui mais fotos do ato.

*Fonte: site do Sindisprev/RS



SANTA CATARINA
Os servidores do Ministério da Saúde, Previdência e Anvisa participaram do Ato, que reuniu servidores da Funai, IBGE, UFSC, IF-SC e Justiça Federal em Florianópolis. Nem o frio, nem a incessante chuva foram capazes de desanimar os manifestantes que, às 15 horas, seguiram em passeata até o Ticen (Terminal de Integração Central), expondo suas faixas e distribuindo panfletos para a população. No ato, os servidores exigiram a apresentação de uma contraproposta pelo governo.


sc

Nem a chuva segurou os servidores em greve em SC (Foto: Assessoria de Comunicação Sindprevs/SC)


Os servidores do Ministério da Saúde, em Santa Catarina, estão em greve há 30 dias e os servidores da Anvisa há 16 dias e demonstraram que ainda estão com muita disposição de lutar pelos seus direitos e pelas suas reivindicações.

Confira aqui mais fotos.

*Fonte: site do Sindprevs/SC



SÃO PAULO


O Dia Nacional começou com muita animação em frente ao prédio do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde em São Paulo, com a presença de servidores de diversas regiões do estado em luta e aposentados que apoiam a greve dos trabalhadores da Saúde Federal.


sp
Servidores concentrados em frente ao Núcleo Estadual do MS, em São Paulo (Foto: Sinsprev/SP)


Durante a manifestação foi reafirmada a luta pela equiparação salarial da Seguridade com o Seguro Social, 22,08% de reposição das perdas salariais, data base, pela retirada de todas as medidas legislativas nocivas aos servidores públicos que tramitam no Congresso Nacional, pela jornada semanal de 30 horas sem redução de salários, pela incorporação de todas as gratificações ao vencimento básico e pela paridade entre ativos e aposentados.


Veja mais fotos aqui.

*Fonte: site do Sinsprev/SP


Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11