1Sem Plano de Carreira e realização de novos concursos, colapso no atendimento do INSS é quase inevitável (clique na imagem para ver matéria)

 

 

Em vez de realizar novos concursos, ou convocar os aprovados no último certame do INSS, cuja validade se encerra em um mês, medidas que dependem do Ministério do Planejamento, o governo insiste em instituir o teletrabalho nas APS, sem a devida discussão com a categoria, e agora quer pagar um "bônus" para os servidores do instituto. Veja mais no vídeo acima.

 

Segundo essa proposta, o servidor do INSS que aumentar a quantidade de análise de benefícios ou revisões solicitadas por segurados vai ganhar bonificações a partir de agosto. Com a medida, a autarquia quer cumprir a meta de 45 dias, inexequível já nas condições atuais, para realizar concessões de aposentadorias e auxílios, evitando despesas com correção monetária de valores atrasados e também incentivar a permanência de servidores do órgão que já podem se aposentar. Entretanto, sem um plano de carreira que de fato valorize os servidores do Seguro Social, a evasão de mais da metade da força de trabalho do INSS é quase inevitável.

Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11