Todo cuidado é pouco: saiba quais são as cidades com menor taxa de vacinação de Minas Gerais

0
0
0
s2smodern

 

febreamarela1

 

Diversos casos de Febre Amarela já foram confirmados no Estado de Minas Gerais, alguns deles tendo, infelizmente, evoluído para a morte dos pacientes.

Os sintomas da doença são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).

A Febre Amarela é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A transmissão de pessoa para pessoa não existe, assim como não existe a contaminação de macacos para seres humanos.

De acordo com informações da Secretaria de Estado da saúde, publicadas em 17/1/18, Minas está abastecida com mais de um milhão de doses da vacina contra doença. A vacina é indicada para crianças a partir de 9 meses.

As regionais com menor taxa de vacinação do estado são Pouso Alegre, no Sul de Minas (66,6%), São João Del Rei, no Centro Sul (69,1%) e Ponte Nova, no Leste do Estado (71%). Além disso, há 342 municípios mineiros que não atingiram a meta vacinal. Alguns destes estão com a cobertura abaixo dos 40%, como Bias Fortes (regional de Juiz de Fora) com 34,5%; Aiuruoca (regional de Varginha) com 35,8%, Santana do Jacaré (regional de Divinópolis) com 36,8, Pocrane (regional de Manhumirim) com 37,3% e Formoso (regional de Unaí) com 39,9%.

 

BH
A Prefeitura de Belo Horizonte informou hoje que os 152 centros de saúde da cidade estão abastecidos com a vacina contra a Febre Amarela.

Veja a lista completa de endereços: https://prefeitura.pbh.gov.br/saude/centros-de-saude/enderecos

Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11