2

 

O golpista Temer está à deriva, num desgoverno vergonhoso para a nação, mas os trabalhadores não podem se iludir por trás deste marasmo: as forças conservadoras tramam o fim de todas as nossas conquistas e a desestruturação dos serviços públicos para, quem sabe, entregar tudo à iniciativa privada.

 

Basta ver o que estão fazendo com o INSS, onde a cada dia há uma ordem e no outro uma contraordem, todas sem nexo para prejudicar não só o trabalho dos servidores, mas também prejudicar os segurados. Lembramos que, sem contratação, o INSS não vai abrir as portas em 2019, pois mais de 16 mil servidores já podem se aposentar.

 

Numa trama maquiavélica, as forças conservadoras, aliadas à grande mídia, prenderam Lula, mas esqueceram que seus possíveis candidatos não decolam nas pesquisas e ainda estão atolados em denúncias de corrupção. Por isso praticam a política do quanto pior melhor, querendo destruir o país, para entregá-lo à iniciativa privada. A classe trabalhadora, unida, não vai deixar que destruam o Brasil!

 

1° de maio de luta!
Os trabalhadores do INSS, Saúde, Trabalho, Funasa e Anvisa estão revoltados pela perda de tantos direitos e conquistas e a perspectiva de que não haverá qualquer reposição salarial nos próximos anos, sem falar que forças estranhas passaram a ditar as normas dentro do serviço público primando pela precarização e pela subserviência aos partidos políticos, que lotearam ministérios a bel prazer.

 

É preciso intensificar a mobilização nos locais de trabalho, discutir a atual conjuntura desfavorável e ir às ruas neste 1º de Maio, protestando contra a atual política que ataca a classe trabalhadora, os serviços públicos e os interesses nacionais.

 

O período eleitoral se aproxima e em todo o país o cenário é desastroso, sendo necessário que a classe trabalhadora tome posição de defesa das nossas reinvindicações e ataques aos políticos carreiristas que destruíram as finanças do Estado brasileiro e muitos dos quais envolvidos em denúncias de corrupção.

 

Orientamos aos trabalhadores da base da Fenasps que participem das atividades programadas em todo o país, unindo forças com as demais entidades sindicais e da sociedade civil nos atos que serão realizados nas ruas de nossas cidades.

 

VAMOS FAZER DESTE 1º DE MAIO O DIA DE TODAS AS LUTAS!

NENHUM DIREITO A MENOS!

 

Baixe esta nota para seu dispositivo.

Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11