A centralidade da enfermagem nas dimensões do cuidar foi o tema do Seminário Estadual da Força de Trabalho da Enfermagem no SUS, realizado hoje (13/12), na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Maior categoria da saúde do Estado de Minas Gerais, delegações de enfermeiros de diversas cidades mineiras estiveram presentes para discutir sobre o trabalho e valorização dos profissionais da área. O evento é uma iniciativa do Conselho Estadual de Saúde (CES-MG) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MG), Sind-Saúde, Sindicato dos Enfermeiros, Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Saúde, Previdência, Trabalho e Assistência Social em Minas Gerais (Sintsprev) e Associação Brasileira de Enfermagem (Aben).

 Crédito: Marcus Ferreira
Crédito: Marcus Ferreira

A presidente do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MG), Carla Prado Silva, afirmou que o momento se tornou um dia histórico na enfermagem pois 60% dos profissionais do SUS é composto por estes profissionais. “Hoje vamos pontuar e colocar no papel o que a enfermagem precisa. Juntos somos mais fortes e este momento também é de união para debater e contribuir com propostas para a categoria” afirmou.

O vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde, Ederson Alves da Silva, ressaltou que para um bom atendimento em um bom hospital é necessário também possuir uma boa equipe de enfermagem. “Acreditamos que um serviço de saúde público e de qualidade depende também destes profissionais. O Conselho Estadual de Saúde abraça as causas dos trabalhadores de enfermagem e a importância dos seminários e conferências para almejarmos melhorias para o SUS e para os seus profissionais”, afirmou.

Também participaram da abertura do evento o representante do Secretário Estadual de Saúde, Guilherme Meireles, a presidente da Associação Brasileira de Enfermagem (Aben), Lívia Montenegro, a diretora do Sindicato dos Enfermeiros, Carolina Brito, a diretora e presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ribeirão das Neves, Eva Alípia e a representante do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Saúde, Previdência, Trabalho e Assistência Social em Minas Gerais(Sintsprev), Ione Fortunato.

 Crédito: Marcus Ferreira
Crédito: Marcus Ferreira

A construção de uma agenda política para a enfermagem mineira foi um dos principais temas a ser discutido pelos profissionais. Um breve relato sobre os caminhos percorridos por Minas Gerais para organização da força de trabalho da enfermagem no SUS e o futuro da enfermagem brasileira também foram assuntos em pauta. A Diretora Executiva do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná e servidora da Secretaria de Estado de Saúde do Estado do Paraná, Maria Goretti David Lopes, foi uma das palestrantes convidadas e ressaltou o poder e a importância que as equipes de enfermagem exercem no SUS. “O ator mais importante na profissão de enfermagem é o usuário, o paciente e as equipes de enfermagem devem buscar também uma carga horária e um piso salarial mais justo”, afirmou.

Participando do evento, o enfermeiro do Hospital das Clínicas de Uberlândia, Sebastião Elias da Silveira, achou a oportunidade de trocar informações com outros profissionais extraordinária. “Muitos dos assuntos aqui hoje discutidos irão apontar os caminhos para as melhorias da profissão e do SUS”, disse. Também de Uberlândia, o enfermeiro Frank José Silveira Miranda diz ter observado três pontos muito importantes no seminário. “O primeiro ponto importante está sendo a participação coletiva dos profissionais de enfermagem. O segundo é a união das diversas entidades aqui presentes. A terceira é a oportunidade de dar visibilidade para a assistência aos profissionais e ao usuário do SUS”, finalizou.

Nesta sexta-feira (14/12), o evento prossegue com uma reflexão da agenda política da enfermagem mineira e uma plenária final.

Informações sobre o evento estão disponíveis em www.ces.saude.mg.gov.br e www.corenmg.gov.br.

Por Alessandra Maximiano

Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11