1

Mais de 70 mil trabalhadores fazem ato na capital paulista contra a Reforma da Previdência (clique para ampliar)

 

As entidades dos servidores federais aprovaram no último domingo, 17 de fevereiro, plano de luta para enfrentamento de um dos maiores ataques aos direitos da classe trabalhadora, dentre eles, o aumento da idade mínima e alíquota de contribuição de 14%, significando o fim da Previdência Pública brasileira. Em todo o país, estão sendo realizados, nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, atividades e atos contra a reforma da Previdência Social. Veja aqui a proposta apresentada pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional.

 

Até a tarde desta quarta, 20, foram registrados atos em São Paulo, Paraná e Piauí. Veja fotos:

 

2

3

 

 

 

 

 

 

 

Fotos acima são do ato realizado em São Paulo.

 

4

 5

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos acima são do ato realizado no Paraná.

 

6

7

 

 

 

 

 

 

 

Fotos acima são do ato realizado no Piauí.

 

A FENASPS orienta a todos os sindicatos filiados e trabalhadores/as para participarem das frentes de lutas. A federação informa ainda que no dia 23 de março será realizado o Seminário Nacional para debater as restrições de direitos contidas na proposta de Contrarreforma da Previdência, MP 871/2019, bem como alterações nos processos de trabalho no INSS. O momento é de nos prepararmos para a luta com os/as trabalhadores/as na base. É fundamental a participação de todos/as nessa luta!

 

Saiba mais:

Governo quer unificar alíquota de trabalhador privado e servidor público até o teto do INSS - CLIQUE AQUI

Governo detalha a proposta de reforma da Previdência - CLIQUE AQUI

Reforma da Previdência: entenda a proposta ponto a ponto - CLIQUE AQUI

 

Seguimos unidos nessa luta!
Ninguém solta a mão de ninguém!

Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11