1

Clique na imagem e confira íntegra da carta aberta da CSP-Conlutas

 

É hora de preparar e convocar a Greve Geral contra a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro. Essa é a tarefa que deve ser assumida pelas organizações e movimentos de massas de nosso país, começando pelas Centrais Sindicais. Não podemos mais esperar!

 

O direito à aposentadoria não se negocia e quem tentar fazer isso estará traindo a classe trabalhadora brasileira. A proposta do governo Bolsonaro penaliza ainda mais os mais pobres e só beneficia os ricos e os banqueiros.

 

Desde o começo deste ano de 2019 já vimos várias mobilizações unitárias contra a reforma do Bolsonaro, que pretende acabar com o direito à aposentadoria dos trabalhadores brasileiros. O povo já demonstrou disposição de lutar e defender a aposentadoria e os direitos previdenciários.

 

Foi assim nas manifestações durante o Carnaval; no 8 de Março – Dia Internacional das Mulheres; naAssembleia Nacional organizada pelas Centrais Sindicais; nas manifestações exigindo justiça por Marielle e, no último dia 22 de março, quando se realizou o "Dia Nacional de Manifestações, Paralisações e Protestos Contra a Reforma da Previdência, Rumo à Greve Geral". Agora, a campanha do abaixo-assinado contra a reforma está ganhando as ruas, com uma imensa receptividade por parte da população.

 

Em todo esse processo é possível comprovar a disposição dos trabalhadores e da maioria do povo para enfrentar o governo e derrotar sua reforma.

 

Baixe aqui a carta aberta da CSP-Conlutas com chamado à Greve Geral!

 

*Fonte: site da CSP-Conlutas.

Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11