1

2

 

 

 

 

 

 

 

 

Na primeira oportunidade após a mudança no comando da Geap, a Fenasps, representada pelos diretores Cleuza Faustino (MG), Márcio Freitas (RN), Ana Lago (RS) e Valmir Braz (SC), foi recebida em audiência na Diretoria Executiva (Direx) da GEAP nessa terça-feira, 23 de abril.

 

Nela, foi apresentado o novo diretor executivo da autogestão, o general Ricardo Marques Figueiredo, que, junto de sua equipe, apontou uma série de dificuldades estruturais e políticas que a GEAP enfrentou no último período.

 

Os representantes da DIREX pontuaram que, para trabalhar o fortalecimento da entidade, buscam sobretudo a sustentabilidade política e financeira da Fundação e a diminuição da inadimplência dos assistidos com a GEAP, que na grande maioria das vezes precisam fazer escolhas dolorosas entre cuidar da saúde ou subsidiar seu sustento e de suas famílias.

 

Enquanto entidade, a Fenasps avalia muito importante a informação, passada pelo diretor executivo da GEAP, de que a primeira iniciativa desta gestão foi procurar a Casa Civil para cobrar o pagamento do per capita do governo. O diretor da GEAP, inclusive, afirmou ter ficado “espantado” com valor pago pelo governo a título de assistência à saúde.

 

O gestor aproveitou o ensejo e solicitou também que as Entidades Nacionais cumpram importante papel para pressionar o governo para aumento dos valores do per capita patronal. E, em mais de uma oportunidade, os representantes da autogestão destacaram a importância da Fenasps na luta em defesa da GEAP e de seus assistidos, desde a criação da fundação.

 

3

4

 

 

 

 

 

 

 

 

Acordo assinado com as entidades
Foi informado pela assessoria jurídica da GEAP que, em relação a alguns processos impetrados nos estados, o Ministério Público tem cobrado uma autorização para finalização dos processos e esta é uma das razões que justificam o atraso no cumprimento dos acordos assinados. Foi informado ainda que havia inicialmente uma advogada que teria que cumprir a tarefa de fazer a interlocução entre os assistidos, a fim de encaminhar as exigências do Ministério Público.

 

Porém, com a indicação da nova diretoria e segundo informações da assessoria jurídica da GEAP, a referida advogada, Tânia Martins Leão, estaria fazendo esse trabalho, mas que não possuía contrato com nenhuma Entidade Nacional e muito menos a GEAP. A falta de um contrato estava dificultando este processo.

 

Informaram que vão criar uma Diretoria de Comercialização, com intuito de se trabalhar o marketing para a Fundação. A equipe da Direx afirmou que está fazendo estudos para a criação de novos planos que caibam no bolso dos/as servidores/as.

 

Sobre os contratos de prestação de serviços existentes na fundação, a nova gestão está fazendo levantamento sobre quais permanecerão, porém, de antemão, já observou que grande parte dos contratos são prejudiciais à GEAP.

 

O general Ricardo Marques encerrou a reunião salientando que o cargo na Diretoria Executiva ocupado por ele tem justificativa técnica e ressaltou que não existiu influência política em sua nomeação.

 

Baixe aqui o relatório da reunião realizada em 23 de abril.

Av. Afonso Pena, 726 - 4º andar - Bairro Centro - CEP: 30.130-003 - Belo Horizonte/MG
Telefone: 0(xx31) 2552-1610 - Fax: 0(xx31) 2552-1631 - 0800.600.16.11