quarta-feira, 14/10/20

Inflação dos idosos é maior do que as demais faixas etárias, aponta FGV

No terceiro trimestre, índice impactou mais a terceira idade do que as demais faixas etárias, conforme aponta o IPC-3i. O levantamento mede a variação da cesta de consumo de famílias compostas, em sua maioria, por pessoas com mais de 60 anos

(crédito: Cristiano Gomes/CB/D.A Press)

inflação para a população idosa foi maior do que a registrada para as demais faixas etárias no terceiro trimestre de 2020 e tende a terminar o ano acima dessa média. É o que apontou o Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i) divulgado ontem pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Ele mede a variação da cesta de consumo de famílias compostas, em sua maioria, por pessoas com mais de 60 anos. No último período estudado, o índice subiu 1,93% e foi para 4% em 12 meses — diferente da publicação anterior, em que houve deflação de 0,03%.

O resultado é maior do que o registrado no Índice de Preços ao Consumidor — Brasil (IPC-BR), que faz a medição da cesta de compras para todas as faixas etárias. Este indicador teve alta acumulada de 3,62% em 12 meses. Para André Braz, coordenador do IPC do Ibre/FGV, é importante medir a variação em produtos mais consumidos por idosos porque a sociedade está envelhecendo e esse grupo percebe inflação acima da média.

“O desafio da terceira idade são os gastos com saúde. À medida que a gente envelhece, medicamentos e planos de saúde aumentam de peso na nossa cesta de consumo. O IPC-3i oferece a oportunidade de mapear aqueles produtos e serviços que são essenciais para a terceira idade. A gente personaliza a inflação, é uma oportunidade de dar destaque ao custo de vida de um grupo social que aumenta na sociedade”, pontuou.

Braz ressaltou, que, na área de saúde, a suspensão, até dezembro, dos reajustes dos planos de saúde, determinada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aliviou o bolso dos mais velhos e evitou uma alta maior na inflação. Mas os medicamentos ficaram mais caros. “É um peso a menos (a suspensão do reajuste). Se não fosse esse adiamento, a inflação do idoso teria avançado mais. E como é um serviço que tem muito peso, foi uma âncora. Mas os medicamentos subiram muito de preço”, afirmou.

Entre os setores com maior inflação, segundo a FGV, está o de transportes, com 2,89% no terceiro trimestre, com altas expressivas em gasolina e passagens aéreas. As demais áreas foram educação, leitura e recreação (4,65%); alimentos (2,74%); habitação (1,72%), e despesas diversas (0,86%). Já o setor de vestuário teve queda de 0,73%.

Braz também explicou que, em um contexto em que a moeda brasileira se desvaloriza por causa da crise, abre-se espaço para mais exportação, pois o país é grande produtor de alimentos. Com o dólar alto, o produtor brasileiro pode lucrar mais e passa a concentrar seus esforços na produção para a exportação. “Essa exportação, apesar de ser boa para o Brasil, porque melhora a condição da balança comercial, por outro lado é ruim, porque desabastece o mercado brasileiro. Sobra menos produtos para as famílias aqui. Isso provoca aumento de preços”, explicou.

*Estagiário sob a supervisão de Odail Figueiredo

Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/economia/2020/10/4882053-idosos-inflacao-acima-da-media.html

Últimas notícias

ver mais
segunda-feira, 26/10/20 DEPOIS DA TRABALHISTA E DA PREVIDENCIÁRIA, O GOVERNO QUER APROVAR A REFORMA ADMINISTRATIVA. PRECISAMOS BARRÁ-LA! Nos últimos anos, os governos estão aprovando reformas que fazem mal aos(às) trabalhadores(as). A contrarreforma ...
segunda-feira, 26/10/20 CASO APROVADA, A REFORMA ADMINISTRATIVA SERÁ AINDA MAIS CRUEL COM IDOSOS E IDOSAS A Reforma Administrativa será cruel com todos os brasileiros, pois vai dificultar a contratação ...
terça-feira, 20/10/20 O GOVERNO MENTE AO AFIRMAR QUE ‘ACABOU COM A CORRUPÇÃO’. COM REFORMA ADMINISTRATIVA, PORÉM, ELA SE ACENTUARÁ As coisas mudam rápido no Brasil. Na semana retrasada, não havia corrupção no governo, segundo ...


Convênios

ver mais

Ótica Firenze Ótica Santa Efigênia . Belo Horizonte - CEP 30150-240 (31) 3241-1183
Mais detalhes

Grupo Motor Home Automotivos Ouro Preto . Belo Horizonte - CEP 31340-020 (31) 3786-4600 / (31) 2515-4713 www.grupomotorhome.com.br
Mais detalhes

Cliden Odontológica Clínica Odontológica Centro . Belo Horizonte - CEP 30130-003‎ (31) 3207-5500 / 3207-5502 / (31) 99434-0333 WHATS
Mais detalhes

Braúna Viagens e Turismo Agência de Viagens e Turismo Barro Preto . Belo Horizonte (31) 3115-2800 10%
Mais detalhes
Top